DESTACADOS

Textos


Ato de fundação - 21 de junho de 1964

Leer

Pacto de Paris

Leer

Estatutos da AMP

Leer
Pacto de Paris


A Escola da Causa freudiana, criada e registrada em Paris (França) em 1981, representada por François Leguil, Presidente, e Guy Clastres, Diretor; a Escola do Campo freudiano de Caracas, criada em 1985 e registrada em 1986, em Caracas (Venezuela), representada por Manuel Kizer, Presidente; a Escola Européia de Psicanálise do Campo freudiano, criada e registrada em Paris (França) em 1990, representada por Éric Laurent, Secretário, e Joan Salinas-Rosés, Presidente da primeira Seção; a Escola de Orientação Lacaniana do Campo freudiano, criada no âmbito da "Fundação Euro-Argentina" registrada em Buenos Aires, em 1992, representada por Samuel Basz, Vice-presidente e Jorge Chamorro, Diretor; e a Associação Mundial de Psicanálise, criada e registrada em Paris (França) em 1992, representada por Jacques-Alain Miller, Presidente; estão de acordo sobre a seguinte declaração:
No momento de fundar sua Escola, a Escola Francesa de Psicanálise, no dia 21 de junho de 1964, Jacques Lacan lançava um apelo à "reconquista" do campo freudiano, destinada a recolocar a psicanálise em seu próprio caminho.
O apelo de Lacan ressoou mais além da dissolução da Escola que ele havia fundado - ressoou para além de sua morte, ocorrida em 9 de setembro de 1981 - ressoou longe de Paris, onde vivera e trabalhara. A extensão crescente, no decorrer dos dez anos transcorridos, da rede da Fundação do Campo freudiano (associação sem fins lucrativos), testemunham isso.
É chegado o momento de dar então o próximo passo.
No dia 3 de janeiro último, em Buenos Aires, a fundação da Escola de Orientação Lacaniana, elevando para quatro o número de Escolas do Campo freudiano, abriu no mesmo instante o caminho para a criação da Associação Mundial de Psicanálise. Essa criação recebeu a aprovação imediata das quatro Escolas, o encontro foi marcado para o dia 1 de fevereiro em Paris, a fim de ser assinado o documento presente.
Em consequência, a Escola da Causa Freudiana, a Escola do Campo Freudiano de Caracas, a Escola Européia de Psicanálise do Campo Freudiano, a Escola de Orientação Lacaniana do Campo Freudiano e a Associação Mundial de Psicanálise, concordam com o que se segue:
- que as quatro Escolas aderem neste dia à Associação Mundial de Psicanálise, que as aceita a título de membros institucionais;
- que os membros das quatro Escolas tornar-se-ão automaticamente membros da Associação Mundial, de acordo com as normas que serão estabelecidas pelo Conselho de cada Escola;
- que os títulos do gradus analítico concedidos pelas quatro Escolas, segundo os procedimentos estabelecidos, serão reconhecidos por cada uma e pela Associação Mundial.

Está igualmente admitido:
- que a primeira "Convocatória" da Associação Mundial ocorrerá em Caracas (Venezuela) em julho próximo;
- que a Associação Mundial terá sua Assembléia Geral a cada dois anos, na ocasião dos Encontros Internacionais do Campo freudiano, a primeira ocorrerá em 1994;
- que a Associação Mundial publicará um primeiro Anuário, e para esse fim, cada uma das Escolas comunicar-lhe-á no melhor dos prazos, com suporte informático, a lista de seus membros para inclusão nesse Anuário;
- que o valor da primeira cota anual dos membros da Associação será fixada pelos signatários, representando as quatro Escolas e a Associação Mundial.
Os signatários, enfim, estão de acordo em estabelecer, no mais breve dos prazos, o texto dos estatutos da Associação Mundial, que será anexada ao presente pacto.

Realizado em Paris, em 1 de fevereiro de 1992.